07/06/12

De vez em quando afasto me um pouco, a minha vida gira e gira, uns dias com mais trabalho, outros com mais stress, outros com mais cansaço.... ultimamente tem sido o cansaço e a decepção, algumas pessoas deixaram finalmente cair a máscara  e o choque foi doloroso... é o que dá ser "cega" e achar que as pessoas são  verdadeiras... a verdade é que são interesseiras e todos os outros considerados descartaveis, necessarios de conservar apenas enquanto te interessam ou não encontras algo melhor.
Mas como todos os pontapés me empurram para a frente aqui estou eu novamente a sacudir o pó das canelas e mais certa de mim mesma, sei o que sou, o que meu valor!
Assim e nesta onde de me, myself and i aproteito a dica da Jean e tento afastar me de mim mesma, da mulher ocupada a trabalhar, a cuidar da familia, a fazer rotinas, orçamentos domesticos, menus...  e com estes desassossegos esqueço me das minhas necessidades intelectuais e espirituais. Preciso de uns dias de férias de mim mesma, desta stressada personagem que habita em mim que não desliga o cerebro das coisas praticas da vida e nem por um minuto se catapulta para o seu eu...assim não deixo espaço a minha criatividade de surgir, não tem tempo ou espaço.... e eu preciso urgentemente de uma ideia luminosa, de um retiro espiritual e criativo, preciso soltar o meu outro eu.
Só para dar um exemplo, no secundário escrevia poesia, tinha o sonho de publicar... não escreve nada ha uns 10 anos, pedi-me algures por ai... e todos os dias me perco um pouco mais.



Sem comentários:

Enviar um comentário