08/02/12

Paixão vs obrigação

Trabalho profissionalmente não área qua nada tem a ver com a minha vocação, formação ou paixão. Tem dias em que este abismo entre a minha paixão e a minha obrigação profissional tem um peso enorme e quase não me deixa respirar.
Por circunstancias que não vale a pena dicutir agora, há 8 anos atras vi me num cruzamento e escolhi o rumo que não era o meu, segui e aceitei o que para mim na atura seria provisório .... o provissorio virou definitivo... fui ficando acomodava, com medo de mudar e depois veio a crise e o medo virou pánico.... e fui ficando.
Agora não me reconheço mais e o meu eu ficou encolhido á espera da sua oportunidade. Essa oportunidade não chegou.. mas eu mudei! E agora vou procurar encontrar a minha paixão, vou tentar renascer o que eu sei que sou e sinto falta.
Este é o passo 17... quando a paixão é absorvida pela obrigação. Onde fica o eu?? Com a aniquilação vai a liberdade, a criatividade, o amor próprio. Mas a boa noticia é que não vai para sempre, apenas adormeçe e cabe a nós acordar de vez e ir em frente.
O meu eu espera por mim!

5 comentários:

  1. Quem me dera ter coragem para fazer o mesmo...força ai

    ResponderEliminar
  2. Ola Marta, para já não passa de um sonho. Mas um sonho que fui buscar ao bau e estou a tentar fazer crescer. Mas dei uns babysteps e coloquei anuncios para ver a reacção das pessoas ou a procura para o meu projecto. Desistir nunca, já perdi demasiado tempo a ver a minha vida passar. "A felicidade é a certeza que a vida não está a passar inutilmente", Erico Verissimo

    ResponderEliminar
  3. Sim, é preciso ter coragem e muita força... :)
    Muitas felicidades...

    ResponderEliminar
  4. Olá :) Vim ter ao teu blog enquanto navegava noutros blogs, e tenho gostado muito de te ler, sobretudo porque me identifico com muitas coisas que dizes... nomeadamente esta questão!!!
    Se quiseres falar, trocar ideias, o meu email é inesdias81@yahoo.com :)
    Beijinhos ***

    ResponderEliminar
  5. Oi.
    Me identifiquei com este post, eu também não estou na minha paixão, mas resolvi ir atrás dela (só depende de passar no concurso) um abraço

    ResponderEliminar